Mulheres e Carros combinam!

A história da lenda: FORD MUSTANG!
28 de fevereiro de 2019
Carros Elétricos: quais são os modelos vendidos no Brasil?
14 de março de 2019

Apesar de não ser um meio com muitas mulheres, o meio automobilístico abriga muitas delas. Seja na cidade, no campo, na serra, ou mesmo nos esportes, como Maria Teresa de Filippis e Leila Lombardi.

Maria Teresa de Filippis


Filippis, começou a correr aos 22 anos, por uma aposta com seus irmãos. Após, ficar em segundo lugar no campeonato italiano, foi contratada pela Maserati para correr pela equipe e em 1958 estreou na categoria máxima do automobilismo mundial. Começou a correr aos 22 anos de idade por conta de uma aposta com dois de seus irmãos, que não acreditavam que ela pudesse ser veloz. Depois de ser vice-campeã no campeonato italiano, foi contratada pela Maserati para disputar corridas pela equipe e em 1958 estreou na categoria máxima do automobilismo mundial. Além da Maserati, Maria Teresa também correu pela Porsche.
Em 1979, juntou-se ao International Club of Former F1 Grand Prix Drivers (Clube Internacional de Ex-Pilotos de Fórmula 1). Também, foi vice-presidente do clube desde 1997 e presidente do clube de Maserati.

Lella Lombardi


Maria Grazia Lombardi (Lella), foi uma corredora italiana que começou a sua carreira automobilística em 1965. Nos anos 1970, Lombardi participou de 12 corridas e foi a única mulher na história a pontuar, com um sexto lugar no GP da Espanha de 1975 pilotando um carro March.
De 1971 a 1973 participou da F3 com a Lotus e a Brabham, conseguindo treze vitórias e oito colocações. Já nas temporadas de 1975 e 1976, participou de 12 provas da F1.

Citamos apenas duas, mas há muitas outras que fizeram e continuam fazendo história, dentro do mundo automobilístico.

Compartilhe isto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *